erros comuns na administração de consultórios odontológicos

5 erros comuns na administração de consultórios odontológicos

O dentista que decide empreender precisa enfrentar muitos desafios. Uma boa gestão do seu negócio requer, além de instrução na sua área de formação, bons conhecimentos e prática constante na administração de consultórios odontológicos.

Nesse sentido, o despreparo pode levar o profissional a cometer erros que comprometerão o sucesso de sua clínica.

No entanto, se forem tomadas algumas precauções, é plenamente possível evitá-los! Para ajudá-lo a escapar deles, no post de hoje, preparamos uma lista com os 5 erros mais comuns na administração de consultórios odontológicos. Continue a leitura e confira!

1. Ter um consultório desorganizado

Um consultório desorganizado pode passar uma impressão pouco profissional aos clientes e dificultar o dia a dia do dentista. Portanto, é importante que o ambiente da sala de espera seja agradável e que o consultório esteja sempre limpo e organizado e que haja espaço adequado para guardar equipamentos, estoque de materiais e documentos dos pacientes. Ademais, a agenda deve estar sempre atualizada e é preciso monitorá-la com proatividade para evitar desgastes desnecessários.

2. Descuidar da gestão financeira

Alguns erros muito comuns como não fazer o controle das contas a pagar e a receber ou misturar as contas pessoais com as contas do consultório podem levar o empreendimento a perdas significativas.

Essas ações impedem que o dentista tenha uma visão clara da situação financeira do seu negócio, ou seja, se ele está sendo lucrativo ou tendo algum tipo de prejuízo. Caso o profissional perceba que o consultório não está sendo rentável, poderá definir algumas táticas para reverter a situação financeira negativa.

3. Não investir em marketing na administração de consultórios odontológicos

Investir em marketing é imprescindível para atrair mais clientes para o consultório e aumentar seus rendimentos. A internet oferece opções para o marketing digital que podem ser um diferencial no alcance de um maior número de pessoas que passarão a saber da existência do seu consultório.

A criação de um site institucional ou de um blog e a escolha da rede social mais adequada ao público-alvo do seu empreendimento podem ser utilizadas para a divulgação dos benefícios dos tratamentos e serviços oferecidos, possibilitando, assim, a atração de clientes em potencial.

4. Não valorizar a sua equipe

A valorização da equipe vai além de uma bonificação e pode ser feita por meio de oferecimento de benefícios, de treinamentos e de cursos de atualização. Certamente, um colaborador preparado e motivado terá a produtividade potencializada e trabalhará com mais satisfação.

5. Ter receio de apostar em uma franquia

Alguns dentistas têm um pouco de receio de apostar em uma franquia odontológica por não conhecerem as vantagens que um negócio reconhecido pelo mercado, seguro e bem estruturado pode oferecer.

No entanto, profissionais especializados vão disponibilizar todo o suporte necessário para a abertura da sua franquia que contará, ainda, com um alto padrão de qualidade. Você poderá investir de acordo com as suas possibilidades e o retorno do investimento é recuperável em até dois anos.

A administração de consultórios odontológicos pode parecer complexa, mas, com boas práticas, é possível evitar alguns erros e obter êxito no seu empreendimento.

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude seus amigos empreendedores a também serem bem-sucedidos em seus negócios!

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja nossos TRATAMENTOS

passe o mouse e clique para ver mais detalhes

Quer ter uma franquia da Amiga Odontologia?
Clique aqui e saiba mais.

Receba as NOVIDADES DA AMIGA