passos para melhorar a relação entre dentista e paciente hoje mesmo

4 passos para melhorar a relação entre dentista e paciente hoje mesmo

Tão importante quanto a capacitação, formação acadêmica e experiência, é a relação entre dentista e paciente. Não adianta ser o melhor profissional no quesito competência, se você não souber se relacionar bem com as pessoas que vão ao seu consultório, e, podemos dizer, são a razão do seu trabalho.

Por isso, é necessário investir não apenas em cursos e treinamentos constantes, mas também prestar atenção aos pequenos gestos que vão fortalecer essa relação, criar laços duradouros e garantir a fidelidade e confiança dos pacientes. Essa é a fórmula para o sucesso.

Confira abaixo dicas que vão ajudar a melhorar a relação com seus pacientes caso você tenha um consultório próprio ou uma franquia.

1. Seja pontual

É muito importante ser sempre pontual. Caso você tenha um paciente agendado muito cedo, ou logo após o horário de almoço, programe-se para chegar ao consultório alguns minutos antes da hora marcada. É necessário mostrar ao paciente que você cumpre seus compromissos, pois esse fator contribui muito para a conquista da confiança.

Um dentista que sempre faz o paciente esperar não desenvolve um relacionamento saudável e põe em risco toda a experiência no consultório. Entretanto, imprevistos podem acontecer, como um problema no trânsito, um compromisso pessoal ou mesmo um atendimento a outro paciente que demore mais do que o esperado.

Nessas situações, é imprescindível entrar em contato com a recepcionista ou auxiliar do consultório para que essa pessoa avise o paciente sobre o atraso ou até mesmo cancelamento da consulta o mais rápido possível.

2. Ouça o paciente

Visitas ao consultório odontológico podem deixar muitos pacientes nervosos. Com relação aos tratamentos de canal ou implantodontia, o receio pode ser a dor ou desconforto. Já com relação aos tratamentos estéticos, muitas dúvidas podem surgir sobre o resultado dos procedimentos. Em qualquer uma dessas situações, é imprescindível que o dentista ouça o paciente.

Deixe-o explicar qual é seu problema e o motivo que o levou a buscar auxílio profissional. Feito isso, é hora de conversar. Explicar passo a passo os procedimentos, lembrando-se de usar uma linguagem de fácil compreensão. Em seguida, perguntar se o paciente tem mais alguma dúvida, e faze-lo sentir-se confortável.

Essa conversa é muito importante pois aproxima e ajuda a melhorar a relação entre dentista e paciente. Mostrar-se um profissional aberto e acessível ajuda a aumentar a confiança do paciente.

3. Escolha o tratamento adequado

Depois de ouvir e tirar as dúvidas do paciente, é hora de definir como será feito o tratamento. O dentista é a pessoa que pode decidir os rumos que serão tomados. É importante explicar ao paciente qual tratamento deve ser adotado, levando em consideração a rotina do mesmo.

Buscar uma solução que se encaixe no dia a dia do paciente, caiba no seu orçamento e traga os resultados esperados é importante para assegurar a satisfação do mesmo com relação ao tratamento, e, em consequência, o seu trabalho.

4. Mantenha o contato

Independentemente do tipo de tratamento feito pelo paciente, é muito importante manter um bom relacionamento após a consulta. Tratamentos estéticos, como clareamento dos dentes, colocação de facetas e lentes de contato, ou focados na harmonização facial como correções da assimetria da face ou aplicação de toxina botulínica para dores de ATM e bruxismo, geralmente são feitos por etapas, o que implica em algumas consultas.

O mesmo ocorre na ortodontia, implantodontia e demais especialidades. Por isso, é imprescindível manter uma boa relação pós-consulta, e entrar em contato com o paciente para saber como ele está ou manter-se disponível em caso de dúvida ou problema.

Essa atenção é muito importante para aumentar a confiabilidade do dentista e fidelizar o paciente. Manter um bom relacionamento pós-consulta ajuda muito a fortalecer esse vínculo.

Para melhorar a relação entre dentista e paciente, é importante prezar pela pontualidade, ouvir e tirar dúvidas do paciente colocando-se no lugar dele, escolher o tratamento adequado e manter uma boa relação após a consulta.

Caso você as coloque em prática, invista constantemente em capacitação, opte por equipamentos e produtos de qualidade, certamente terá sucesso. Seus pacientes serão fiéis e confiarão em você. E o resultado disso será, certamente, um consultório sempre cheio.

Ficou com alguma dúvida ou quer dividir um pouco da sua experiência com seus pacientes? Deixe um comentário no post!

Compartilhe:

Veja nossos TRATAMENTOS

passe o mouse e clique para ver mais detalhes

Quer ter uma franquia da Amiga Odontologia?
Clique aqui e saiba mais.

Receba as NOVIDADES DA AMIGA