Tipos de franquias: quais são as diferenças entre elas?

Tipos de franquias: quais são as diferenças entre elas?

A franquia nada mais é do que uma licença que permite o uso da marca, tecnologia, produtos ou serviços desenvolvidos por uma empresa, cedidos após assinatura de um contrato. O cedente é chamado de franqueador e quem adquire os direitos e toda a reputação da marca é o franqueado. Entretanto, existem diferentes tipos de franquias e é importante conhecer todos eles.

As franquias são uma excelente opção de investimento, pois prestam todo o apoio legal, mercadológico e estratégico ao franqueado. Além do repasse do know-how, quem investe nesse ramo pode contar com auxílio para escolha do ponto, treinamentos constantes e apoio sempre que necessário, afinal, é de interesse do franqueador que seu franqueado tenha sucesso. Entretanto, é importante ressaltar que as franquias só devem ser adquiridas por pessoas com perfil empreendedor.

Quer entender melhor quais sãos as diferenças entre os tipos de franquia existentes? Confira os tópicos que listamos abaixo!

Franquia individual

A franquia individual é a mais comum dos tipos de franquias. Consiste basicamente na assinatura de um contrato específico para cada unidade de negócio aberta. Na prática, quer dizer que o proprietário, mesmo que possua diferentes unidades da mesma franquia, precisa assinar contratos específicos para cada uma delas.

Além disso, esse tipo de franquia não permite que outra modalidade de negócio seja instalada no mesmo ponto comercial. São exemplos de franquia individual cafeterias, lojas de sapatos etc.

Franquia de conversão

Outro tipo de franquia comum é a franquia de conversão. Ela consiste na opção em fazer de um negócio já existente uma franquia. Imagine um dentista, que tem dificuldades para conseguir pacientes, não sabe desenvolver ações de marketing, entre outros problemas.

Caso ele deseje impulsionar as vendas, pode buscar uma franquia odontológica e transformar seu consultório em uma clínica de alta performance, passando a contar com ações publicitárias, treinamentos e expertise para negócios.

Franquia master

Já a franquia master consiste em um contrato mais amplo. Por meio deste, o franqueador recebe autorização não apenas para gerir seu ponto comercial como também para obter sub franqueados. Ou seja, repassa o know-how de operação, comercialização e planejamento do serviço para outros empreendedores em uma região pré-definida.

Esse tipo de franquia é muito comum quando ocorre a internacionalização, ou seja, uma marca estrangeira decide iniciar operações no Brasil e, para isso, trabalha com a franquia master devido às dificuldades de controle e logística.

Franquia shop in shop

Por fim, a franquia shop in shop também é interessante. Ela consiste na abertura de um quiosque de uma rede dentro de outra loja, seja própria ou também franquia. Essa modalidade é interessante e funciona bem para a venda de produtos ou serviços relacionados. Um exemplo é um quiosque de uma rede de cosméticos dentro de um salão de beleza.

Conforme mostramos acima, existem diferentes tipos de franquias, cada um com sua especificidade e finalidade. Ao optar por investir nesse tipo de negócio, é importante refletir e discutir com o franqueador sobre as possibilidades, para encontrar a que mais se adequa às suas expectativas e condições de gerenciamento.

Agora que você já sabe quais são as diferenças entre os tipos de franquias, que tal assinar nossa newsletter e receber mais informações úteis sobre o mundo do franchising?

Compartilhe:

Veja nossos TRATAMENTOS

passe o mouse e clique para ver mais detalhes

Quer ter uma franquia da Amiga Odontologia?
Clique aqui e saiba mais.

Receba as NOVIDADES DA AMIGA